ROTA DO ATACAMA

     

 Que tal conhecer o Atacama e toda essa região indie dos Andes de carro saindo Brasil? 🌵

 A escolha da vez foi viajar para Argentina, Chile e Bolívia de carro. Loucura!

Em fevereiro de 2015  fomos para o Uruguai de carro e nos surpreendemos! Foi uma viagem divertida, cheia de aventura e chivitos (comida tipica), teve de tudo…

então ficamos com imensa vontade de  repetir a experiência mas dessa vez ir além e a escolha foi Rota do Atacama.

Na época Rota do Atacama era destino certo para motoqueiros mas queríamos viver essa aventura e como somos uma família que amamos estradas então nos preparamos para fazer de carro e com meu filho a bordo em 2016.

Já tínhamos cruzado o Canadá 2011 de carro também mas queríamos algo bem índie e nada como nossa América do Sul!

Do nosso estilo sem frescuras, sem grandes equipamentos, sem roteiro e com nossa ecoesport básicona conhecida como “mercosul” raça forte, algumas roupas, comidas e combustível estocado no compartimento superior do carro tocamos viagem rumo ao Atacama em uma estrada que nunca tinha visto igual!

E com um grau de dificuldade também bem desafiador…

SAINDO DO BRASIL

Saímos do interior de São Paulo dia 22/12, visitamos nossa tia querida em Maringá e acabamos pousando por lá.

No outro dia tocamos viagem para Argentina sentido  Puerto Iguaçu rumo a cidade Salta.

As  estradas parecem com as do Brasil mas bem mais escuras ( sem iluminação) chega a dar muito sono,  por esse motivo descansar é necessário e Posadas (cidade) é a melhor opção para segunda parada.

Entrando na Argentina

Foi necessário apresentar um seguro chamado Carta Verde para o veículo, emitido pela seguradora no Brasil, documento do carro e Rg ou passaporte.

Foi bem tranquilo e rápido.

2ªparada – 2º dia

POSADAS 🇦🇷

Chegando na cidade Posadas, alegres e prontos para descansar quando percebemos que no caminho os carros faziam filas nos postos de gasolina da marca YPF e outros postos como o Shell  fechados com cones …

Detalhe, nosso carro com o tanque na reserva, desespero, entramos na fila mas depois de um tempo resolvemos entender a tal fila;

Mas qual o motivo da fila ???  

E por que os outros postos estão com cones?

Meia hora de espera para abastecer e ter a resposta para nossas dúvidas e pasme, simplesmente é normal na região central filas para abastecer, a preferência por lá é o YPF e por isso os outros fecham mais cedo, uma baita perda de tempo.

Confesso que minha primeira impressão dessa cidade não foi das melhores!

Mas calma …é apenas o começo…

Ainda em Posadas

Rodamos pela cidade e acabamos parando em um hotel chamado Maitei para dormir pois o sono já estava nos torturando!

O hotel super confortável, ótima parada pra descanso, recomendamos!

Naquele dia chegamos, tomamos banho e estávamos tão quebrados que desmaiamos mas não por muito tempo pois pelas 2 da manhã uma tempestade atingiu Posadas, ventos de mais de 100km por hora, o barulho era enorme! Parecia um tufão! Susto! Foi uma longa noite, mas estávamos seguros …

Acordamos várias vezes durante a noite com o barulho, mas a canseira era tanta que se acabasse o mundo estávamos ali capotados! 

Ali percebemos que essa Rota reservava surpresas.

No outro dia tocamos viagem, e ao ver as árvores tombadas percebemos quão forte foi a tempestade e nas rádios esse era o assunto do dia…

 

Véspera de natal,e da-lhe estrada!!!

Mais um dia inteiro de estrada e dessa vez nada ao nosso redor apenas a estrada, vegetação, pequenos vilarejos, Deus e nós!

Muita estrada! A esperança era achar um hotel para não passar o natal na estrada!

 
E assim seguimos rumo ao Atacama e um natal nada convencional…

3ªparada – 3º dia

PAMPA DO INFERNO 🇦🇷

NATAL


Oásis no deserto???

Com meu filho nessa viagem totalmente insana, eu tensa afinal natal no carro ninguém merece! Não sabia se ria ou chorava…

Passar no carro não estava nos planos, mas a estrada do Chaco parece infinita, um retão por horas, quase um dia inteiro, só nós na estrada e no cair da noite um sono sem fim e então por sorte conseguimos achar um hotel que estava vazio apenas os funcionários e nós, por ironia do destino em uma cidade chamada Pampa do inferno, chegamos a tempo de comemorar o Natal e com o convite dos funcionários do hotel tivemos uma ceia local.

Nessa região da Argentina a ceia de Natal é feita com “assados”, que são carne de porco e Cabrito, pão, salada e nada mais.

Foi interessante esse natal… Simples, sem nenhum Regalo, cheio de maluquices começando pelo nome da cidade mas extremamente feliz!

Até hoje rende boas risadas 🤣

 No outro dia, acordamos bem cedo e logo depois do café voltamos para a estrada…

SALTA 🇦🇷

  Salta conhecida como “La Linda” uma cidade com um enorme legado arquitetônico e cultural.

Igreja de São Francisco

Chegar em Salta depois de 3 dias viajando sendo que por 2 dias apenas vendo estrada e pequenos vilarejos foi como ganhar um troféu!  Que cidade linda!!!

A cidade

Salta ou La Linda como é conhecida é uma pequena cidade interiorana rodeada por montanhas pois está na cordilheira dos Andes, e o ecoturismo é o maior atrativo.

Salta também é atraente por ter um belo legado arquitetônico preservado desde a época Colonial.

 

Catedral

Como pode ser tão linda? As casas coloniais são muito hermosas!

A Plaza 9 de Julho além de ser a principal praça, nela estão alguns cafés, onde paramos para curtir aquele clima Parisiense na Argentina. 

Escolhemos o Café Van Gogh para experimentar a comida típica de lá.

Falando em comida típica, as empanadas feitas de carne ou frango são as preferidas. Um prato barato, gostoso e tradicional.

Empanadas – prato típico

Se você gosta de lugares diferentes, Salta definitivamente é um desses.

A natureza e o horizontes são um espetáculo à parte.

As montanhas vermelhas são um grande ponto de interesse por lá, mas as estradas escondem belas montanhas coloridas e essas paramos curtir…

  4ª parada- 4ºdia

JUJUY🇦🇷

PURMAMARCA


Lugares curiosos e montanhas coloridas fazem desse destino um verdadeiro paraíso escondido!

Purmamarca é um povoado de Jujuy, 3 horas de Salta, onde a sensação é estar no velho oeste do deserto!

O pueblo trás as tradições dos HUMAHUACAS ou Omaguacas no estilo, arquitetura e história.  

Lá está a montanha chamada Siete colores que é maravilhosa!

A comida tipica é carne de Lhama com legumes e a água que sai das torneiras mineral.

Um lugar que sempre quis visitar e apreciar com meus olhos. Para todos nós foi inspirador!

Definitivamente diferente!

A estrada de Salta até Purmamarca é um show aparte, muitas montanhas coloridas, precipícios e uma vista sem fim, uma serra bem legal para amantes de estradas impressionantes!

Algumas casas tem uma arquitetura interessante, são arredondadas como a foto abaixo. 
Outras são bem comuns…

Mas sempre com a vista para as  montanhas coloridas!

 Ficamos  no hotel Terrazas de la posta que é confortável, bem localizado e com uma  das vistas mais lindas que já vi.

Um ótimo lugar para apreciar uma cerveja local!

Mais um pouco dos Andes…img_3856

Ainda em Jujuy…

IMG_4103   Uma estrada de tirar o folego e uma imensidão de sal fazem de Jujuy na Argentina um destino interessantíssimo!!!

Na estrada

Ainda em Jujuy

Depois de aproveitar bem Purmamarca (post anterior), seguimos viagem rumo ao Atacama, no caminho nos deparamos com paisagens lindas e estradas ainda mais insanas, serra de mão simples, sinuosa, precipícios, barrancos, vales, oferendas para mortos e santos e ainda para completar os efeitos da alta altitude.

Eu e meu filhotão que amo muito sentimos bastante os terríveis efeitos já meu marido não muito e mesmo com um baita mal estar valeu a pena!

Não teve como não descer do carro diante dessa paisagem…

DCIM211GOPRO

Olhar para aquela vastidão, horizontes a perder de vista e ainda a vegetação árida foi fantástico!!!  E vale lembrar que na Cordilheira dos Andes tudo é uma grande aventura!

 Chegar ao topo na marca de 4170 m, foi muito legal, uma energia muito boa e inexplicável!  

Deu até para comprar um artefato local…
Para esse tipo de viagem recomendo levar no carro:

  • garrafas de água, protetor solar, boné, óculos de sol pois o calor é extremo
  •  kit de primeiros socorros
  • chicletes e aspirinas para amenizar efeitos da alta altitude
  • comida pois são longas distâncias sem nenhuma infraestrutura
  • Galão extra de gasolina, pois são longas distâncias sem postos de gasolina e da tranquilidade ter um galão extra, mas até o momento não foi necessário utilizar

Nas Salinas

Como disse… Tudo realmente compensa pois são tantas surpresas surpreendentes, que o mal estar causado pela alta altitude passa a ser um detalhe.

As Salinas grandes da Argentina me fizeram esquecer rapidinho qualquer mal estar e  imensa como já diz o nome é um espetáculo da natureza!

 Ali de graça para contemplar o quanto quiser!

Que maravilha!

Ficamos extasiados com tanta beleza!   Lindo né?!!!

Lindo e quente! Pouco tempo por lá e sai bronzeada…Meu rosto e braços vermelhos como se tivesse o dia inteiro no sol! Recomendo blusas de manga longa, boné, protetor solar no rosto e muita água! Muita!!! Essa foi a minha solução! Rs…

Já conhecia Jujuy? Não! Então fica a dica!

Não recomendo esse tipo de viagem para hipertensos, crianças muito pequenas ou crianças que não tem o costume de viajar por muitas horas de carro.

É preciso muita atenção para dirigir nessa rota pois as estradas  oferecem diversos riscos.

 PASO JAMA 🇦🇷


Vamos cruzar a fronteira mas antes temos curtir  todo esse cenário! Clima seco, altitude em 4k, vilarejos e animais  já dão uma ideia de como será o deserto.

lhamas

 Estamos na divisa, última parada da Argentina e começo do Chile.

Os procedimentos de saída e entrada são tranquilos, demora em média 1 hora e são necessárias as seguintes documentações.

  • Passaportes
  • Documento do carro e com o proprietário presente
  • Carta verde(emitido pela seguradora no Brasil)

São 4 guichês para analisar os documentos onde fazem perguntas e para finalizar a inspeção do carro.

Todos os guardas até o momento foram muito educados com a gente, não tivemos nenhum problema!

 E Viva el Chile!!!

IMG_4307

PARADA 5 – 5,6 e 7º Dia

CHILE 🇨🇱

SAN PEDRO DO ATACAMA

   Descida com queda na altitude de 4k para 2k e a chegada ao povoado de San Pedro de Atacama. Inacreditável!

img_4422

Cruzamos a fronteira

Ainda em PASO JAMA (Argentina – Chile) , estávamos em uma enorme descida de montanhas, cheia de rotas de emergência e marcas de pneus derrapados na estrada e ainda nesse momento sob os efeitos da altitude, mas dessa vez porque a altitude estava diminuindo rapidamente… Ahhh, que dor no ouvido terrível!

Meu filho que estava dormindo acordou, o mal estar era geral,  tivemos que parar  o carro por alguns minutos e  mesmo assim nada adiantou, só acabou  quando chegamos na cidade onde tudo passou como um passe de Mágica.  

Santa San Pedro do Atacama finalmente chegamos!!!

A Cidade

San Pedro de Atacama é uma  cidadezinha linda em seu estilo peculiar, nos cativou desde o início também dias sem  sem “civilização” foi ótimo estar ali!

Simples em sua arquitetura onde casas são pequenas de barro, térreas, sem ar condicionado, ruas de paralelepípedo ou terra,  mas com uma hospedaria boa e cara!

Na verdade tem para todos os gostos e de todos os preços, mas se quiser conforto como banheiro privativo e ar condicionado vai pagar caro por isso, em média no mínimo 200 dólares a diária no deserto.

Ficamos um dia no Don Tomás e outro na pousada da Matilde, ambos estão no booking.

O hotel Don Tomás foi bom pelo conforto, café da manhã no estilo hotel de luxo mas para aprender a cultura e fazer amizade, a pousada da Matilde foi a escolha certa!

Bem nosso estilo… Mi casa su casa!

Lá casa de Matilde é um hostel, barato, limpo, confortável e como diz o nome e na casa da Matilde, um lugar para sentir a vivência local, onde conversamos e vivenciamos a cultura de lá. Muy rico!

Aprendemos muito da cultura e conto aqui fatos interessantes…Tomam mate ( bebida típica do Chile, como o chimarrão também feito de erva mas preparado em cuia pequena) só dentro de casa com medo das correntes de ar, também que não tomam coca para amenizar efeito da altitude e sim uma erva que só tem no Chile chamada chachacoma que além de ajudar nos efeitos da alta e baixa altitude também tem outras propriedades medicinais,   as casas não tem ar condicionado e mesmo assim mantém um bom clima de dia e a noite sendo que o calor é só de dia e a noite muito frio.

A comida tipica e diária tem como base a carne de Llama.

Andando pelo vilarejo… Principal igreja no centro da cidade chamada San Pedro de Atacama

 A Igreja San Pedro de Atacama foi construída pelos jesuítas no sec XVIII,  sua  arquitetura é simples mas bem arrojada! 

Um charme por dentro e por fora!

Na estrada

Ver de perto o gigante vulcão Licancabur estando quase aos seus “pés” e por conta própria foi esplêndido!

Nosso carro que leva o apelido de Mercosul! kkk

As montanhas, imensidão do deserto, as lhamas, mini rodamoinhos de areia, cactos e claro os famosos vulcões deixam essa rota um desafio cheio de paisagens.

Aqui vão alguns trechos da ida até chegar em San Pedro.

  Rodamoinhos de areia são comuns no deserto
    A grande vantagem de estar de carro é escapar dos altos valores  dos passeios e também de poder conhecer as estradas e pueblos pelo caminho que são muitas vezes mais interessantes que o próprio destino. Agora chega de cidade e estradas!  

E vamos explorar mais desse deserto cheio de paisagens e fenômenos fantásticos!

ATACAMA

IMG_2286

Como pode ser um lugar tão apaixonante? Uma imensidão de areia que trás tantos sentimentos! Oras medo e oras emoção! Rico em paisagens, horizontes e fatos curiosos, bem vindos ao deserto do Atacama!

Muito calor e um festival de diferentes cores de areia fazem desse lugar um verdadeiro show da natureza!

Mesmo com muito calor as roupas para proteger do sol, protetor solar e chapéu são necessários afinal é possível ter  insolação e ninguém quer perder tempo no carro se recompondo sendo que cada minuto para admirar esse lugar lindo é significativo.

A sensação é estar no forno, torrando e desidratando a cada minuto, a boca fica seca, lábios racham e a pele parece que vai quebrar , é deserto para valer!

Mas não importa pois mesmo inóspito esconde horizontes e fenômenos naturais interessantes como é o caso do Gayser del Tátio.

Agora, vamos mergulhar nos fenômenos do deserto!

Gayser del Tátio

A 3hrs do centro de San Pedro ocorre esse fenômeno onde os gases do vulcão El Tátio saem da terra como grandes nuvens de fumaça, que você pode ver e até sentir. 

Neste ponto a altitude está em 5k


 A dica é sair às 5 da manhã para estar as 7hrs no local do fenômeno que vai no máximo até as 9hrs da manhã, quanto mais forte o sol menos será possível ver os gases. É um espetáculo!

 Confesso que passei muito mal, nesse ponto a altitude é carrasca quase 5K, não conseguia me mexer, mas fiquei admirando do carro e mesmo assim valeu estar ali!

No caminho além de lindas montanhas e muitos precipícios, também tem flamingos e muitas Lhamas. Bem legal! Vale a pena ir parando na volta para curtir cada pedaço dessa estrada!

Salar do Atacama

O Salar do Atacama está a 1 hr do centro da cidade de San Pedro, fácil para chegar e mesmo assim muito interessante, trata-se de um salar de rochas de sal, cheio de flamingos e outras aves. Lindo!

DCIM213GOPRO

Salar do Atacama

img_4656

Recomendo boné, protetor solar , blusa de manga longa e muita água!!! Eu não aguentei o calor e tirei o chapéu e a blusa de manga longa e acabei vermelha como se tivesse uma semana no sol!

img_4501

  Um verdadeiro espetáculo quente da natureza!

Esta aqui um lugar o qual nunca vamos esquecer…

DCIM213GOPRO

Até vale um beijo nessa paisagem cinza!

 Vale de Lá Muerte

De assustador é só o nome! Um lugar lindo e cheio de dunas onde acontece o snowsand.

img_5012 Naquela imensidão o jeito foi brincar com a perspectiva! rs…

Não esqueça de deixar a sua pedra na piramide do deserto!

Chega de tanta areia vermelha e vamos no refrescar…

Lagoa Cejar

São 3 lagoas mas a única para nadar chama-se Lagoa de Piedra, é conhecida por fazer boiar graças a quantidade de sal, no meio do deserto água gelada para refrescar. Bem gelada! As lagoas estão no caminho para o Salar do Atacama.

DCIM214GOPRO

Apesar de estar no deserto, não se empolgue… O frio é intenso, o chão na lagoa é de pedras e água de sal ou seja tudo feito mais para sofrer do que para refrescar!!! rs…

DCIM213GOPRO


Importante: Não pode entrar de cabeça pois o alto nível de sal pode descolar a retina dos olhos. Leve toalhas e vá de roupas de banho e não esqueça e tirar o sal nas duchas geladas.

Vale da Luna e Arco íris

É possível apreciar de longe ou perto, a qualquer direção que olhar em San Pedro verá essas maravilhas.

img_4400

Fizemos por conta própria os passeios, de todos os lugares acima mencionados o único que achei bem tenso foi o Gayser del Tátio devido a estrada ser praticamente inteira em beira de precipícios e entre vales de pedras cascalho. Foi muita adrenalina!

DCIM214GOPRO

Não só de areia é feito  o Atacama, também tem praias lindas, as praias do Atacama!

MÃO DO DESERTO

 

   Na Rota do Atacama, eis aqui o fim do deserto! Missão Cumprida!

img_5545

Concluímos com êxito o deserto e também o  lado mais diferente da Argentina, onde tem um povoado nunca colonizado, uma salina enorme, pico de montanha e muito mais, depois chegamos no famoso deserto do Atacama onde vimos fenômenos da natureza, grandes vulcões, povoados no meio do nada, animais exóticos e ainda praias desertas e  bucólicas. Uma sensação de Missão Cumprida!

img_5480

 Para fechar com chave de ouro nada como uma parada na  Mão do deserto que esta a 2 hrs de Antofagasta, no caminho  para  Santiago, construída pelo escultor chileno Mario Irarrázaba é um ícone e parada obrigatória para quem faz a temida Rota do Atacama.

Na parada

Respiramos fundo e curtimos muito aquele momento.

Refletimos sobre toda a longa estrada percorrida, essa rota linda, surpreendente onde por muitos dias só estávamos nós e Deus, sem estrutura, sem civilização, com muitos acidentes ao nosso redor, uma altitude muitas vezes carrasca e um calor de rachar os lábios.

Oras um espetáculo e oras um sufoco!

E deu certo!

E como sempre digo em família é bem mais gostoso e o desafio é ainda maior e concluir é  simplesmente fantástico! Valeu família que amo, conseguimos!

Juntos vamos Longe!

Obrigada meu filho por aguentar o tranco e curtir como um verdadeiro pequeno viajante!

Valeu!

 

PRAIAS DO ATACAMA

Parada 6 – 8ºDia

ANTOFAGASTA 🇨🇱

img_5372

Antofagasta, cidade grande com grande extensão de praia, nessa região a mais populosa.

Rota do Atacama, do deserto inóspito para praias bucólicas!

Depois de dias sem avistar a cor azul do mar foi como ver pela primeira vez.

Bem vindos as praias do Atacama! 

Como podem ser tão interessantes?!! 

Depois de muitos dias no deserto, enfim  chegamos em Antofagasta (cidade chilena) e avistamos o mar e foi como se fosse a primeira vez!

Como é bom respirar ar fresco!!!

Brisa de mar!

Para hospedagem esse é o lugar porque depois para Santiago foi um longo trajeto cheio de praias escondidas, selvagens e sem estrutura e também muito diferentes.

Vamos agora no circuito costeiro do deserto!

Ainda bem que fizemos uma parada para dormir em Antofagasta porque daquele cidade pra frente a estrada foi insana, solitária e melancolia, nada nem ninguém por quase um dia inteiro, montanhas de pedras, oferendas para mortos, rotas de fuga de tsunami e até um zoológico de pedras.

Essas são as praias  escondidas do Atacama. Bucólicas e charmosas são de atiçar a curiosidade de qualquer um!

Zoológico de Pedras

  

Chañaral

Teve um tsunami  que devastou parte da cidade, restando algumas casas e um restaurante.

A praia é linda, fria  e bucólica!

Rodilho

Muitas casinhas em um vilarejo fantasma compõe o cenário de Rodilho.

Uma praia silenciosa, linda e escondida.

 Serena

Muito bonita e agitada que de serena não tem nada.

Parte dela está destruída graças a um tsunami que ocorreu em Fevereiro.

Parada 7 – 9ºDia

COPIAPÓ 🇨🇱

Copiapó

Praia do agito!

Destino de férias dos Chilenos.

O cassino abaixo é atração turística por lá e também um resort chamado Antay para hospedagem muito bom!

As praias Chañaral, Serena e Coquimbo tem tsunamis que avançam mais de 1km, a população local é pequena e demonstram certa conformidade com a situação.

Chañaral nos chocou com o número de oferendas aos mortos vítimas de acidentes e também tsunamis.

Rodilho mesmo que nunca tenha sido atingida por tsunamis, nos trouxe um sentimento melancólico, casas fechadas de veraneio, um ar de solidão, vimos  apenas 2 pessoas em toda a tarde.

PARADA 7 – 10, 11 e 12º Dia

SANTIAGO 🇨🇱

Ainda na rota do Atacama, a volta por uma cidade imponente,  onde próximo tem montanhas e praias sendo um dos destinos mais visitados pelos Brasileiros. Esta é Santiago!

Como fomos para passar o Ano novo,  época de feriado tudo estava fechado e o resultado foram 3 dias a procurando o que fazer, descansar depois da rota do Atacama era uma opção, mas inquietos seguimos em busca de saciar nossa insaciável curiosidade…  

O que restou como opção foi o “citytour” pela cidade e ir  para as praias Valparaíso e Viña del mar que estão a 120 km da capital.

A cidade

Santiago é enorme e linda, grandes avenidas e prédios compõe o cenário da capital do Chile.

Tem muito o que fazer como visitar o Vale Nevado (46 km de Santiago), as  Viñas Concha y toro e Veramonte,  banhar-se em larvas Vulcânicas –Baños colina (104 km de Santiago), ir no Museu lá Moneda ou ir para as praias mais visitadas pelos brasileiros no Chile.

Caminhar pela cidade é uma delícia principalmente vazia como estava nos dias de nossa estada. 

A praça central chamada Praça das armas  é encantadora e nela está o palácio de Lá Moneda  (reserve sua visita) que é a sede do presidente do Chile. 

A famosa troca de guardas acontece nesse palácio. E a nossa festa em qualquer lugar! rs…

Praias 

Viña del Mar

Praia de águas  esmeralda, restaurantes diferentes e casinhas provençais são algumas das belezas de Viña del Mar.

Esta praia é a preferida dos turistas brasileiros, muito bonita mas dentro do trivial, em época de feriados fica lotada!

Se pretende conhecer em épocas festivas não recomendo; Procure ir fora da temporada.

Hotel e restaurante Cap Ducal, no cardápio do restaurante tem o melhor do pacífico como Merluza austral, frutos do mar, sopas chilenas e etc…

E uma vista maravilhosa de dentro e também de fora.

img_6127

   Valparaíso

Valparaíso está a 120 km da capital, no caminho para Viña del Mar, uma cidade  bem tranquila e uma das mais antigas considerada patrimônio cultural da Unesco.


Santiago foi muito bom para descansar, ir as praias, bom para conhecer mas como somos inquietos arrumamos as malas e pé na estrada rumo aos Caracoles- Mendonza/ Argentina.

Parada 8 – 13, 14 e 15º Dia

MENDONZA 🇦🇷

 Uma estrada para deixar qualquer um com frio na barriga e um SPA nas montanhas dos Andes para relaxar, fazem desse lugar um destino imperdível!

Estava muito bom, mas tínhamos que voltar e nossa escolha foi a rota dos Caracoles.

Já ouviu falar?

Los Caracoles é o nome de um trecho de estrada que liga Santiago -Chile a Mendonza na Argentina.

A estrada

São 29 curvas em beira de precipícios, conhecida como uma das estradas mais perigosas do mundo é emoção do início ao fim!

A pavimentação é ótima o que deixa a viagem mais gostosa.

Além de muitos horizontes e cachoeiras esta estrada é o caminho para o Cristo dos Andes, mas tem que ter sorte porque muitas vezes o acesso está bloqueado, por esse motivo Fizemos  até a curva número 22 porque o resto da estrada estava bloqueada, mas foi o suficiente para conhecer, curtir e dar adeus ao Chile e hola para Argentina.

img_6320

Alguns trechos dessa estrada insana

Fronteira do Chile Quase 15 dias de volante não é fácil!

Mais trechos da estrada na Cordilheira dos Andes

O Spa

Em Mendonza aproveitamos descansar e curtir um pouco daquela cidade linda, provar sua rica gastronomia e conhecer nosso ponto de interesse que pasme não eram as famosas Viñas mas sim as termas no meio dos Andes, e para lá fomos… 

Para Cacheuta!

Um povoado no meio dos Andes cheio de identidade e histórias para contar e um Resort spa de tirar o fôlego chamado Thermas de cacheuta que fica na cordilheira, 40 min do centro de Mendonza. 

O spa termas de Cacheuta é fantástico! Oferece banho de argila medicinal e piscinas termais no meio das montanhas dos Andes.

Esplendido!

Infelizmente crianças não podem aproveitar o spa apenas uma piscina na parte superior do hotel.

Piscinas termais nos Andes onde a  sensação de liberdade indescritível!  
 Fizemos amizade com uma família local que nos ensinou muito sobre a Argentina, Emir e família foram muito atenciosos com a gente, até participamos de seu aniversário onde conhecemos Pyio Chimeno(cantor famoso) e Jimena, que se tornaram nossos amigos.

Acampamos por lá e tivemos a “sorte” de sentir um tremor de terra que mais parecia um trem passando em cima da barraca! rs…img_7518O churrasco é parte da cultura local e acontece assim no meio da rua…

A Cidade

Mendonza é uma cidade gostosa e ótima para quem gosta de boa gastronomia pois tem restaurantes para todos os gostos;

A comida típica é a parrilla. Também famosa pelos seus vinhos e champanhes como Chandon e Norton, as Viñas acabam sendo a principal parada dos turistas.  

Então lembre-se e junte o útil ao agradável , tome champanhe no spa! 😉

E nós vamos ficar na cervejinha local mesmo! A arte é bem respeitada  e nas praças como na praça Independência tem muitos artistas expondo sua arte,  aproveitamos fazer nossas caricaturas e passear por lá…

  E chega de tanta viagem, despedimos de Mendonza rumo a  San Pablo, temos muita estrada pela frente!  

Vamos que Vamos! 

A volta

Levamos mais 5 dias para chegar na nossa cidade, interior de Sp, fizemos mais 2 paradas sendo uma para descansar e outra para visitar um velho amigo Argentino, ou seja, 20 dias de estrada. Nossa!

Quando estávamos entre PASO JAMA e SAN PEDRO vimos a entrada para a Bolívia, mas decidimos não ir, se tivéssemos optado entrar daria quase um mês a viagem!

Essa foi a Rota do Atacama completa e com todos os detalhes, uma viagem diferente para loucos por estrada como nós!

Tá registrado! Um roteiro completo nos Andes para quem ama aventura em FAMÍLIA!

O que vale da vida são os momentos e esses vamos fazendo por aí…

Até o próximo roteiro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s